O café do Have a Coffee foi parar num lugar muito bacana e que tem tudo a ver com a nossa filosofia de privilegiar e valorizar o pequeno produtor. Mais ainda, um negócio que enfatiza o consumo consciente, com produtos de origem. Essa foi a fórmula que fez com que o Marchezinho, um simpático e aconchegante bar misturado com empório, se destacasse em tempos sombrios para o comércio – inclusive, expandindo a loja na Voluntários da Pátria, em Botafogo.

– Começamos a operação em janeiro de 2017. Tivemos uma aceitação muito boa do público mesmo com a crise. As pessoas não deixam de beber e comer, mas selecionam melhor o que vão consumir. Nós incentivamos o pequeno produtor e a economia local. – diz Danilo Melo, um dos sócios do Marchezinho.

 

Essa é a mistura da França com o Brasil

A alma francesa está muito presente no Marchezinho – afinal, parte dos sócios é da terra da liberdade, da igualdade e da prosperidade. A mistura do Brasil com a França é refletida em muitas das receitas preparadas por lá, inserindo os produtos de origem local em receitas consagradas. O croc canastra, por exemplo, é uma releitura do famoso croc madame, mas feito com um delicioso queijo da Serra da Canastra. O hambúrguer vegetariano leva queijo Saint Marcellin, mas este vem do sítio Serra das Antas, Minas Gerais.

 

Boa parte do cardápio do Marchezinho é sazonal. Uma vez que Danilo e seus sócios procuram estabelecer parcerias com diversos produtores para oferecer aos clientes opções de pratos sempre frescos, tem novidade toda hora. A noite de mexilhões à provençal depende da sorte em alto mar de uma pequena comunidade de pescadores de Itaipu. O coração de palmito assado só é servido quando a extração das palmeiras é farta o suficiente. Ou seja, é tudo fresco mesmo

 

tartare (2)mexilhao a provençal

 

Vinho, gim, vodka… e café – tudo nosso!

Os vinhos não são chilenos, nem argentinos, nem franceses – todos os rótulos da casa são brasileiros. E fazem bastante sucesso, sendo os campeões de venda. Da mesma forma, a vodka não é russa e o gim não é inglês. Todos são produzidos no país, certificados como produtos de qualidade. O chope? Artesanal, produzido por aqui mesmo, sempre de uma cervejaria diferente. Logo, o café do Have a Coffee não poderia ficar de fora:

– Entendemos que o café é um produto que pode ser de qualidade superior quando vem do pequeno produtor. O Sacha Mollaret, um dos sócios, fez um curso de barista para se aprofundar nesse universo. Como gostamos dessa curadoria gastronômica, fomos atrás de um bom café para servir aos nossos clientes – conta Danilo.

Mais que um simples bar, menos que um bistrô chique

Descontraído como a região em que está, o Marchezinho conquista os clientes pela criatividade. E não estamos falando apenas sobre a cozinha. Aos sábados, uma grama sintética é estendida na calçada em frente ao estabelecimento para a prática do pétanque, um esporte muito popular na França e que combina bem com a informalidade boêmia da casa. Danilo conta por que o esporte tem chamado a atenção de quem passa pelo local:

 IMG_3385

– O pétanque é parecido com a bocha, só que jogado com bolas de metal. Ele faz sucesso porque é um esporte no qual você pode beber e fumar enquanto joga, além de não exigir tanto preparo físico dos praticantes.

 

Planos para o futuro?

Para este ano, Danilo e seus sócios pretendem crescer ainda mais. A ideia é movimentar o Marchezinho com eventos e encontros gastronômicos, inclusive sobre café. Em breve, o local vai abrigar ainda mais produtos para serem comercializados, todos especiais e selecionados com muito cuidado e carinho.

marche na junta

Marchezinho na Junta Local. 

 

– Estamos trabalhando para virar um armazém, no qual as pessoas poderão trazer suas sacolas e fazer o mercado da semana, levando produtos frescos e de qualidade – explica Danilo.

 

  Fica a dica

 Dê uma passada lá no Marchezinho para tomar um espresso do Have a Coffee e experimentar os produtos da casa. O endereço é Rua Voluntários da Pátria, número 46. Fica aberto de segunda a sexta-feira, das 9h à 1h. Aos sábados, das 10h a 0h. Vale muito a pena!

 

E se você quiser conhecer mais sobre nossas seleções de café. Clique aqui!

Screen Shot 2018-02-18 at 14.38.05

 


 

Eduardo Frota-perfil

Eduardo Frota é jornalista, barista e apaixonado por café

About The Author

Related Posts