Aqui vão algumas dicas sobre a água que fazem a diferença para preparar um bom café!

Tales de Mileto, antigo filósofo grego, afirmava que a água é a origem e a matriz de todas as coisas. Mal sabia ele que esse pensamento se aplicaria, séculos mais tarde, ao preparo do café.

A água tem uma importância fundamental para o resultado de uma boa extração. Por isso, vale a pena dar preferência para aquelas que são livres de cloro e calcário. A diferença no gosto do café é impressionante.

Além disso, a temperatura na qual a água é despejada também é outro ponto crítico. Quando muito quente, pode queimar o café e destruir os óleos aromáticos responsáveis, em sua grande maioria, pelas notas sensoriais da bebida.

Tá ferveeeeeeeeendo!

Tenha em mente que a temperatura ideal é entre 93 e 97 graus Celsius. Da próxima vez que for preparar sua bebida, muita atenção nesta etapa. Se a água ferver, não tem problema: retire do fogo e deixe descansar por um minuto. Depois, mexa com uma colher para que volte a oxigenar.

Lembre-se também que a pressão atmosférica diminui com a altitude – ou seja, a água não ferve sempre aos 100 graus, como em locais ao nível do mar. Em regiões mais altas, o ponto de ebulição é menor.

 

Quer receber nossas seleções de cafés em sua casa?


Eduardo Frota-perfil

Eduardo Frota é jornalista, barista e apaixonado por café

About The Author

Related Posts